Abandono De Animais – Como Reverter Essa Situação?

Infelizmente, diariamente centenas de animais de estimação, em especial cães e gatos, são abandonados não só no Brasil mas também em todo o mundo, principalmente nos grandes centros urbanos. Sim, as pessoas se desfazem de seus animais sem sentimento algum, como se fossem sapatos ou roupas velhas. Muitos cães e gatos, por exemplo, são abandonados em pet shops ( os donos os deixam lá e nunca mais voltam para buscá-los), outros são largados à própria sorte pelas ruas – o que os deixa sujeitos a sofrimentos físicos e emocionais.

Abandono De Animais

Abandono De Animais

As principais causas de abandono de animais

As causas que levam as pessoas a abandonarem os seus animais de estimação são várias. Mas dentre essas causas, podemos destacar:

1 – A chegada das férias de verão

É durante as férias de verão que o número de animais abandonados costuma aumentar consideravelmente. As pessoas querem viajar, mas não têm com quem deixar o seu animal de estimação, e assim acham mais conveniente abandoná-lo. E geralmente muitos desses animais acabam doentes, e ficam com fome e com sede.

Porém essa atitude é desumana e jamais se justifica; mesmo porque existem outras alternativas mais inteligentes, como deixar temporariamente o animal com algum conhecido ou num abrigo para animais.

2 – Desconhecimento dos custos envolvidos

Este é outro motivo apontado para o abandono de animais. Ter um animal em casa exige alguns cuidados especiais; e muitas famílias, por desconhecerem essa realidade, descobrem depois que não têm mais condições financeiras para cuidar do seu animal de estimação.

3- Mudança de casa

Quando a família decide, por exemplo, se mudar para uma casa menor, descobre que não tem espaço dentro de casa para abrigar o seu animal de estimação, e assim ele acaba abandonado à própria sorte.

Além desse motivos alistados acima, podemos citar também como causa de abandono de animais: perturbação causada pelos latidos do animal, abandono por motivo de doença, e pelo fato de o animal ser agressivo com pessoas e não se adaptar a outros animais.

Como reverter essa situação?

Em primeiro lugar, precisamos querer mudar essa dura realidade que anualmente se traduz em centenas de animais abandonados perambulando pelas ruas dos grandes centros urbanos. Em segundo lugar – e mais importante – é fundamental que haja um trabalho de conscientização com o objetivo de educar as pessoas, tornando cada uma delas responsável pelo seu próprio animal de estimação – o que permitirá que ele viva dignamente, sendo tratado com amor e carinho. Portanto, por mais difícil que pareça, é possível mudar essa dura realidade, basta cada um de nós fazer a sua parte!