A Vida em Outros Planetas

A Vida em Outros Planetas

A Vida em Outros Planetas

Este é um tema de grande interesse mundial. Místicos, cientistas, religiosos, filósofos, artistas, ateus, visionários, futuristas, escritores de ficção, etc. De uma forma ou outra, sempre versaram através deste assunto, com maior ou menor polêmica conforme sua crença pessoal e visão de mundo.

O crescente interesse pelo tema, ocorre pelo fato de que hoje em dia, a informação circula livremente e o aumento dos casos de avistamentos de OVNIs (Objetos Voadores Não Identificados) e de descobrimento científico relacionado aos planetas de outros sistemas e galáxias vem aumentando muito nos últimos anos.

A ficção científica sempre aguçou a imaginação humana para a plausível existência de outras civilizações inteligentes vivendo e se desenvolvendo em outros planetas do sistema solar e fora dele.

Para melhor entendermos este assunto, é importante esclarecer os conceitos de duas disciplinas humanas de estudo, a Ufologia e a Exobiologia. A primeira estuda os fenômenos relacionados aos chamados UFOs (sigla em inglês para OVNIs) e oferece duas abordagens distintas a saber: a) Ufologia Mística e b) Ufologia Científica.

a)      Ufologia Mística: Abordagem místico-esotérica, de caráter espiritualista onde seus seguidores promovem a crença na existência de civilizações mais elevadas científica e espiritualmente que estariam dispostas a nos contatar com o objetivo de auxiliar em nossos processos de desenvolvimento moral, ético e espiritual. Aceitam a utilização de métodos considerados religiosos ou não-ortodoxos, como canalizações, telepatia, viagem astral, portais dimensionais, entre outros para referendar a casuística que estudam.

b)      Ufologia Científica: Abordagem materialista e metodológica para o estudo da casuística internacional, onde as investigações seguem rigor científico e documentação. Não admitem métodos não ortodoxos como os citados no tipo anterior, aceitam apenas comprovações físicas e cientificamente estudadas.

Vale salientar que uma tendência dúbia tem aparecido onde estudiosos utilizam ambas as abordagens dentro da Ufologia para investigar os casos.

A segunda, como o próprio nome esclarece, Exobiologia é uma ciência, portanto sua abordagem é totalmente ortodoxa em seus métodos e ferramentas, visa estudar a vida (biologia), fora do planeta Terra, ou seja, em outros planetas. Esta ciência vem tendo inúmeras descobertas, inclusive a presença de água e oxigênio em planetas de outros sistemas, as chamadas “super-Terras”, planetas de grande similaridade com a Terra em termos de condições de vida.

Apesar de parecer incrível, está cada vez mais próxima a divulgação em massa, ou no mínimo a aceitação pública por parte dos governos, sobre a existência de vida inteligente fora da Terra. As inúmeras evidências estão aí. São milhares e milhares de casos de avistamento e relatos de contatos, em maior ou menor grau, com seres ditos extraterrestres. A imprensa mundial faz pressão às autoridades para que estes divulguem seus documentos secretos.

O próprio governo Brasileiro tem várias horas de filmagens de objetos voadores não identificados preservados em segredo pela Força Aérea Brasileira. Independente se você acredita ou não na possibilidade de vida inteligente em outros planetas. Este é um tema que estará presente em sua vida nos próximos anos. E talvez o amigo leitor seja um dos tantos que já tiveram inclusive experiência pessoal neste sentido.

A vida ainda tem muito a apresentar e “além dos limites” provisórios que ainda nos envolvem, temos muitas coisas a descobrir. O universo é bem maior do que nossa vã filosofia possa conceber.