A Vantagem da Cabotagem para a Logística Brasileira

 

Vantagem da Cabotagem para a Logística Brasileira

Vantagem da Cabotagem para a Logística Brasileira

A indústria brasileira está baseada no transporte, sabemos que a logística encarece aproximadamente 13% do valor do produto final. Esse custo adicional torna a produção mais cara e também diminui a competitividade. Os custos vindos da logística industrial são originados em alguns pontos, tais como: armazenagem, distribuição, transporte de longa distância (via caminhões, normalmente) e entre outros.

Tendo em mente as consequências que o transporte brasileiro traz algumas empresas estão estudando maneiras de minimizar esse problema. Na parte sul, onde os custos com transporte são maiores, certas empresas estão pesquisando maneiras de enviar os produtos via modal marítimo através do sistema de cabotagem.

Cabotagem é um termo e uma prática ainda desconhecida no país. Basicamente significa que o transporte aquaviário será realizado através de dois pontos no mesmo território. Para o Brasil a prática poderia se tornar uma forte aliada, já que aproximadamente 80% da população e 70% das empresas estão localizadas a menos de 300 quilômetros da costa.

A grande desvantagem da cabotagem é que essa atividade tem o maior tempo de transit-time. Por exemplo, se uma carga sai do Rio Grande do Sul com destino no Amazonas, demoraria de 10 a 12 dias para chegar. Mas usando a cabotagem o tempo de entrega pode ultrapassar os 25 dias.

No sul algumas empresas já adotaram a cabotagem para transporte de móveis para o nordeste do país, o resultado se refletiu na boa redução do custo do transporte e, consequentemente, do produto final. Sendo assim, é possível notar que a cabotagem, em alguns casos, é um diferencial competitivo, pois é possível reduzir o custo logístico e com isso aumentar o lucro líquido e, até mesmo, tornar o produto mais acessível para o consumidor.