A Roupa como Elemento Diferenciador

Há poucas horas atrás eu vi um artigo que me chamou a atenção, onde as frases eram citadas por um sociólogo que falava sobre a importância que damos às roupas de marca.

O sociólogo Hernán Reyes, professor de sociologia, diz que não é de estranhar que os adolescentes queiram comprar apenas roupas de marca. Para eles, as marcas são sinônimas de distinção; “O conceito de “fashion” e o de “marca” estão intimamente ligados”, diz ele. Na hora de se vestirem, os jovens principalmente, procuram uma maneira de se diferenciar das outras pessoas, diz Reyes.

Eu concordo totalmente, e não apenas referindo-se aos jovens, mas também pessoas de outras idades. No que diz respeito aos jovens, eu me lembro de anos atrás, quando as marcas eram de extrema importância para muitos e, na escola, quem usava roupas de grife eram simplesmente vistas como mais importantes. Acredito que agora, e ainda mais em tempos de crise, esse elemento é menos acentuado, e as pessoas não distinguem tanto as marcas, embora esta não tenha deixado de ser importante.

Acima de tudo, é um elemento distintivo de classe. Uma pessoa de classe baixa não pode pagar por uma roupa de marca. Dessa forma, a principal forma de diferença entre as classes se encontra especialmente no vestuário. Muita gente gosta de mostrar suas marcas, e ainda pagar 100 vezes mais em uma peça de roupa só para ter o logotipo do seu designer favorito.