A Primeira Mudança Não Tem Como Esquecer

Enquanto só ouvimos os outros comentando “como é chato mudar”, a gente pensa que é exagero. Acha que deve ser muito legal mudar de ambiente, organizar a nova casa e tudo o mais… Ok, até tem o lado legal, mesmo. Aí chega a nossa vez. Aquela tensão gostosa de procurar cada opção de imobiliária, as inúmeras visitas aos imóveis, a indecisão, a decisão final, o fechamento do contrato (aliás, sempre tenso com aquele juridiquês e a impressão que você é tratado na maior desconfiança do mundo).

E chega a hora de procurar uma empresa de mudanças, fechar contrato, acertar o dia e… aguardar. Oi? Aguardar? Aguardar o que? Pode ir procurando caixa pra empacotar suas coisas!! Tá achando que elas entram sozinhas no caminhão??

Mudanças

 

Eu não sei fazer isso!

É, essa é a hora da verdade, na pior versão. Empacotar uma casa inteira de uma forma que faça sentido, nada se quebre e tudo seja “encontrável” depois no novo endereço é realmente complicado. Imagine: tirar tudo do armário da cozinha, tudo do guarda-roupas, tudo do gaveteiro, tudo das cômodas… O que é da sala? O que é da cozinha? “Os copos podem ir com as panelas? Os alimentos podem ir com os pratos? Afinal tem a ver, não tem?” E o tamanho das caixas? Se arrumar caixas gigantes, vai caber tudo lá, mas você vai conseguir carregar? Mas e se for tudo em caixas pequenas? “Vou precisar de milhares delas!”

Mudanças

Sim, acomodar tudo nas caixas é chato e merece um trabalhozinho mental anterior para acertar a logística da coisa. Não é simplesmente colocar tudo nas caixas e pronto. Materiais frágeis também não podem ficar soltos – sim, estou falando daquela chateação de embalar os copos um a um, os pratos um a um, as travessas de vidro/ cerâmica uma a uma, os quadrinhos da parede, os vasinhos de planta…

Ainda tem os itens perecíveis, como os alimentos que estão dentro da geladeira. Já pensou em como vai transportá-los? Será que eles aguentam tantas horas sem refrigeração, sem estragar? Porque os mantimentos que ainda estão no armário aguentam, mas os que já estão preparados… Especialmente carnes e leite, que sofrem muito quando passam um tempo maior fora da geladeira.

“E o material pesado como panelas e travessas de metal? Pode ficar tudo numa caixa só?” Não sei… elas podem riscar? Panelas com revestimento de teflon devem ser protegidas individualmente, especialmente se você pretende usar o espaço interno delas para carregar mais coisas. Mas aí, forrá-las com uma simples folha de jornal já dá jeito.

Solução de profissional

Segura o desespero!

Sabia que a maioria das empresas de mudanças dá uma espécie de assessoria nesse assunto? Eles costumam ter dicas fantásticas pra questões como essas acima. Aliás, várias empresas EMPACOTAM a sua mudança pra você. Legal, né? É uma boa você perguntar aos representantes se eles têm esse serviço, quanto cobram por ele, se eles mesmos fornecem as caixas (muitos fornecem), etc. Enfim, são mais que uma empresa: são uma verdadeira mão-na-roda para os nômades de hoje! E pra melhorar ainda mais, muitas dessas empresas contam com profissionais que desmontam móveis e os remontam no novo endereço. Olha que tudo!

Agora que você já tem essas dicas fantásticas, é só usá-las na sua mudança e transformar o que parecia um pesadelo em uma grande aventura! Boa sorte!