A Idade da Pedra Lascada

A Pré-História divide-se em períodos, de acordo com a evolução das habilidades humanas. A idade da Pedra Lascada, ou Paleolítico, começa há 4 mil anos e termina há cerca de 10 mil anos. Neste período, o homem mostrou a primeira características que o diferenciava dos outros primatas: a capacidade de criar ferramentas e utensílios.

O nome “pedra lascada” refere-se aos instrumentos da época, obtidos ao se bater uma pedra contra outra, com a intenção de moldar uma delas para determinada atividade, como cavar a terra, raspar um tronco de árvore ou arrancar um galho. Ao se retirar lascas do mineral, era possível transformá-lo em um instrumento pontiagudo.

O homem do Paleolítico vivia em florestas, cavernas, próximas a tronco de árvores ou cabanas cobertas de folhas. A alimentação dessa época era uma mistura de vegetais, peixes, frutas e, as vezes, carne.

Há cerca de 1 milhão de anos, o homem ainda não praticava a caça. Logo, acredita-se que a carne era proveniente de animais mortos.

Uso do fogo

A maior descoberta da Paleolítico ocorreu há 500 mil anos, quando o homem já dominava, relativamente, a técnica de manufaturar ferramentas com pedras e madeira. Em uma das vezes em que batia uma pedra contra outra, ele descobriu o fogo. Possivelmente, faíscas originadas do atrito das rochas entraram em contato com folhas secas e geraram chama.

O fogo foi o elemento que permitiu ao ser humano adaptar-se a diversos ambientes e a proteger-se da ameaça de animais ferozes. Por volta de 400 mil anos atrás o continente africano – habitat natural do homem – já era bastante povoado, conforme apontam vestígios encontrados em escavações arqueológicas.

Se não fosse o fogo, ele não teria conseguido avançar para o interior da Eurásia, tampouco, sobrevivido à Era do Gelo.

Além de protegê-lo do frio, o fogo foi preponderante para a alimentação do homem primitivo, e consequentemente para o desenvolvimento de sua inteligência. Somando-se a isso a habilidade de moldar instrumentos, ele passou a construir armas de caça, no final do Paleolítico. Há certa de 200 mil anos o homem inventou um tipo de lança com chama, que permitia atingir com mais segurança animais maiores – como o mamute – minimizando o risco de ser atacado por eles.

Vida em grupo

A medida que passou a comer mais carne, o homem tornou-se mais forte, inteligente e capaz de realizar tarefas de maior complexidade, que exigiam raciocínio apurado. A partir do momento em que os ossos dos animais também eram ótimas matérias-primas. Com as presas de mamutes, por exemplo, era possível construir uma cabana bastante resistente, à prova de ventos fortes e tempestades.

Na idade da Pedra Lascada o homem ainda vivia em grupos pequenos, com cerca de 30 pessoas, sem hierarquia estabelecida. Com o tempo, aprendeu a viver espontaneamente em comunidade. É bem provável que, nessa época os integrantes de cada bando se comunicassem por meios de códigos baseados em sons e gestos. Ao dominar o fogo e a produção de utensílios, o homem estava pronto para enfrentar o frio que se aproximava com a Era do Gelo, há aproximadamente 100 mil anos.