5 Energias Limpas Viáveis no Brasil

Energias Limpas e Viáveis para o Brasil

Energias Limpas e Viáveis para o Brasil

Com a necessidade de um planeta mais limpo e sustentável, o mundo assiste a uma crescente demanda de tecnologias e recursos renováveis. Diferentemente do petróleo, a ecotecnologia só vem ganhando espaço e mais pesquisas.

Dados mostram que o Brasil é o décimo país no mundo que mais investe em energias limpas. Em 2011, o gasto do país no setor foi de 8 bilhões de dólares. O topo da lista é encabeçado pelos Estados Unidos, que investiram 48 bilhões de dólares.

As vantagens do biodiesel perante o petróleo, como produção mais limpa, barata e renovável, não deixam dúvidas de que o futuro da energia será com materiais limpos.

Confira 5 tipos de energias limpas e viáveis no Brasil

Biodiesel – Feito a partir da biomassa, que pode utilizar uma série de commodities como matéria prima, desde o bagaço de cana, até o girassol, lixo orgânico e aparas de madeira, essa alternativa cresce consideravelmente a cada ano. Especialistas apontam que a ecotecnologia terá cada vez mais espaço com a necessidade de energias limpas e sustentáveis;

Energia Eólica – Muito comum nos Estados Unidos e em países europeus, como Dinamarca, Alemanha e Espanha, a energia pode ser muito utilizada no Brasil, especialmente em regiões litorâneas. A região nordeste é a mais propicia para esse tipo de investimento e tecnologia;

Energia Solar – Além de ser aproveitada em escala industrial, muitos brasileiros podem se beneficiar de aparelhos menores para garantir o aquecimento de água e fornecimento de energia para própria residência. As placas de energia solar funcionam com um gerador solar fotovoltaico, que armazenam e transformam a irradiação solar em energia;

Etanol – Feito a partir da cana-de-açúcar, o combustível apresenta uma poluição ambiental menor se comparado ao petróleo, já que emissão de dióxido de carbono (C02) é bem menor. Apesar do apelo e produção em larga escala, a produção de cana-de-açúcar pode causar erosão do solo se não for plantada com o devido cuidado;

Biogás – O gás metano gerado pela decomposição do lixo orgânico pode ser canalizado e reaproveitado como fonte de energia. A Finlândia tem uma usina com potência de até 140 megawatts.